domingo, 19 de junho de 2011

REVISTA JAPONESA * OLIVE

Outra revista com modelo brasileira na capa, que eu comprei quando morava no Japão.
Essa é de 1993 com a Luana Piovani na capa.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

REVISTA JAPONESA * MORE

A primeira vez que fui para o Japão em 1991, foi uma grande mudança na minha vida.
Imagina, deixar escola, amigos,emprego e até namorado.
Na época, tinha 14 anos, pois é, eu já trabalhava com essa idade, num escritório como Auxiliar de cobrança.
Estava prestes a completar 15 anos, e fui morar num alojamento com meus pais e minhas irmãs,
e não tinham tantos brasileiros no Japão.
Mas esse é assunto para outro post.
Queria falar que esse meu jeito emotiva e manteiga derretida, vem desde essa epoca.......
Me lembro  bem da emoção que senti quando vi   os primeiros brasileiros num super mercado....fiquei tão feliz, que a vontade que me deu na época, era de abraçar eles, mesmo correndo o risco deles me acharem uma louca.
Hoje em dia, isso mudou....porque o número de brasileiros aumentaram, surgiram mercados e caminhões vendendo produtos brasileiros , sem falar na Globo Internacional.
Naquela epoca, tudo isso era inimaginavel.
Bom, mas o que tem haver tudo isso que postei com as revistas?
Tudo!
Pois quando vi a Ana Paula Arósio na capa da revista, quase chorei de emoção.....
e comprei todas as revistas com ela na capa.
Naquela epoca para mim, ter um pouquinho do Brasil no Japão, era um grande presente.



terça-feira, 5 de abril de 2011

FESTA ANOS 80/90

Madonna Japa
Fui convidada para uma festa de uma amiga, cujo o traje obrigatório seria baseado nos anos 80.
Não tive muitas dificuldades, porque eu vivi os anos 80/90.
E como tenho o meu lado recordar é viver, com músicas, site e blogs dos anos 80,
entrar nesse desafio, foi uma gostosa diversão.
Na minha adolescencia, tive vários idolos...entre eles, a Madonna.
Por isso, resolvi tirar tudo o que eu tinha de rendas do armário e encarei a Madonna Japa.
A maquiagem tinha que ser bem forte, nas cores rosa e azul, com o blush bem marcado.
Os acessórios são vários colares, brincos..tudo com crucifixo.
Luvas pretas,
Saia com legging




Matéria no Video Show


Eu me diverti muito, e mesmo com toda a minha timidez, foi só ouvir as músicas que embalaram a
minha adolescência, para me jogar na pista.
Amei dançar : Não se reprima, do Menudo



sexta-feira, 25 de março de 2011

CHUVA E CAOS

Venho acompanhando pela televisão a situação de alguns bairros da cidade de São paulo, quando chove.
E aqui em São José dos Campos, não é diferente.
No bairro onde eu moro, bastam 15 minutos de chuva forte, para as ruas ficarem alagadas.
Essas  fotos tirei pelo celular, num dia de chuva, no bairro onde eu moro.
Impossivel andar pelas ruas quando chove.
O pior é ver a situação dos pedestres nos pontos de onibus.








segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

SAUDADES, SENTIMENTO DE ALEGRIA OU TRISTEZA?

Aeroporto de Guarulhos.....onde tudo começou..

Todos sabem da minha paixão por Sampa, 
quando vou para lá, meu coração bate mais forte,
cada lugar que passei, guarda uma linda recordação.
Também me faz viajar no tempo,
 lembro da minha família, dos finais de semanas na casa dos meus tios e tias,
brincadeiras com meus primos.....
Posso definir minha vida em duas etapas: antes e depois do Japão.
Ir para o Japão, nos ajudou muito, mas também tem o outro lado,
a família vai se distanciado, porque quando um volta para o Brasil, o
outro voltar para o Japão, e assim, foi acontecendo com a maioria.
As reuniões familiares nos finais de semana, não existem mais.
Mas a culpa não é só do "Japão", o "tempo" também tem uma grande parcela de culpa.
Os primos e primas também vão constuindo suas famílias, e vamos ficando cada vez mais distante.
E outras, vão embora....descansam.
É triste dizer isso, mas a ultima vez que reencontrei todos os meus familiriares, foi num velório.
Saudades......
Nessa epóca, fico ainda mais sentimental....pois me lembro dos Natais e Reveillons que passei com minha família.




quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

MUSICAS NOS BLOGS, TER OU NÃO TER? EIS A QUESTÃO.

 Musicas nos blogs, ter ou não  ter?
Eis a questão!

Resolvi falar sobre isso, depois que ao entrar hoje no meu blog, levei um baita susto e quase pulei da cadeira..rs..rs..(tinha deixado o volume da caixa de som alto demais) e quando entrei no meu blog com
aquela musica dançante no ultimo volume, não tinha como ser diferente.
Aí pensei, puxa....será que o pessoal gosta de músicas nos blogs.....
ou acha incomodo?
Será que alguém já levou um susto?



Queria muito ouvir a opinião de vocês, um, dois ou três seguidores.....mas por respeito total a vocês, preciso ouvir o que vocês pensam e que querem encontrar por aqui.


Só coloquei essas músicas dançantes, bem alto astral....porque geralmente entro aqui para desabafar,
e se tiver tocando uma musica tipo da Celine Dion, Debbie Gibson.....eu secaria de tanto chorar.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

TENTANDO ENTENDER O QUE NÃO DÁ PARA SER ENTENDIDO.

Ah, precisava vir aqui desabafar....se não o fizesse, a minha enxaqueca me faria companhia durante um bom tempo.
Hesitei em escrever aqui, porque agora, que o meu blog está sendo lido por alguns conhecidos, fiquei com receio de alguém ler e não gostar, mas precisava escrever para que a minha tristeza fosse embora .
Bom, semana passada fui numa festa de anviversário de uma "amiga" da minha filha.
Chegando lá, fiquei meio perdida, porque não conhecia quase ninguém, mas tudo bem, afinal de contas, não queria que a dona da casa, ficasse colada comigo, e também minha filha estava feliz, por estar indo a festa da amiga.
Só para simplicar, minha filha tem 10 anos, e a amiga estava fazendo 12 anos.
Ela é filha de uma amiga minha.
Nas férias de julhos/agosto(por causa da gripe suina), ela veio brincar aqui com minha filha, muitas vezes.
Eu a recebia muito bem, fazia o lanchinho, ligava o videogame, enfim, ficava a disposição dela e da minha filha.
Mas achava estranho, quando a minha filha encontrava ela no msn, e quando minha filha chamava ela para teclar, ela dizia que estava ocupada teclando com outras amigas da escola...(até aí, tudo bem)
apesar, que eu sempre ensinei a minha filha, a nunca desfazer de nenhuma amiga, tratar todas igualmente.
Bom, voltando ao assunto da festa....
Essa amiga, estava com 4 amigas da escola, e nem deu muito bola para a minha filha, se ela trocou 4 palavras com a minha filha, foi muito.
A festava rolava, chegava mais amigos da aniversariante, ela chamava para ficar lá fora com ela e com as amigas, e a minha filha, triste do meu lado.
foi quando resolvi ir embora, fui me despedir da minha amiga, e comecei a chorar na cozinha.
Falei que chorava por outro motivo, não falei que estava chorando porque doía demais ver alguém que a minha filha gostava muito a desprezar.
Enxuguei as lagrimas, outra conhecida, veio, e pediu para outra menina chamar a minha filha para conversar.
Minha filha foi, ainda timida......mas ainda sendo ignorada pela aniversariante.
Fiquei mais um pouco, mais por insistência do meu filho Felipe, que queria esperar pelos doces da bexiga...
aos poucos, fui me distraindo....mas aquela dor no peito, continuou, e não aliviou nem mesmo quando vim embora.
Passei 3 dias tentando entender o que não dá para ser entendido.....
e a preocupação, gerou uma enxaqueca terrível.
Gente, acho que não tem dor maior do que ser desprezada....agora, imagina ver outra pessoa fazer isso com o seu filho?
Não é o fim do mundo, vou me recuperar....
só que agora não sei como devo agir quanto a essa amiga da minha filha, caso ela ligue para cá, querendo vir brincar com a minha de novo.
Já falei em outros posts, que errei sempre, querendo acertar....
Não gostava de ver minha filha como tapa buraco, aquela amiga que só chamam quando todas as outras, estão ocupadas, e assim afastei as amigas interesseiras daqui.
O que foi um grande erro segundo a psicopedagoga.
Ensino tantas coisas para os meus filhos, sobre educação, sobre amizade.....e vejo, que para muitos, esses valores não são tao importantes assim.
Ufa! aliviou!